Qualquer designer concorda que fontes são parte essencial de qualquer trabalho que fazemos. Acho que isso é um pouco óbvio, né? 💕😊

Mas eu não vim aqui hoje pra falar sobre princípios básicos na escolha de fontes, qual tipo se aplica melhor a cada estilo visual ou onde encontrar fontes online. Este post tem como objetivo compartilhar 3 dicas que eu acho bem interessantes para fazer um upgrade nas suas habilidade no quesito fonte. São dicas não óbvias, mas que fazem toda a diferença!

Muitas das pessoas com quem eu interajo aqui no blog são designers amadores, então acho que estas dicas serão muito úteis pra muita gente. São princípios que os profissionais já sabem, conscientemente ou não, e normalmente jã põem em prática na criação de cada layout sem nem pensar. Então pensei, por que não dividir isso com os leitores do blog? 💗💗

Vamos a elas:


1. Espaçamento

Espaçamento entre letras é algo que demorei anos pra valorizar. Hoje acho um dos fatores mais importantes em qualquer design que faço.

Minha valorização desse recurso é ainda maior atualmente, já que a busca por layouts minimalistas, com pegada bem clean está tão em alta. Conforme aumentamos o espaço entre os caracteres, o texto ganha leveza. E isso influencia no peso de todo o layout.

Então a dica é sempre dedicar um tempo pra regular o espaçamento entre as letras. Não necessariamente deixar uma brecha imensa entre todos os caracteres em todos os materiais que criar, claro! É saber que o recurso existe e que sempre é válido fazer um teste de qual o espaçamento mais indicado para cada título e corpo de texto. Em muitos casos você vai perceber a diferença enorme que um bom epsaçamento faz.

Exemplos (via Pinterest):


2. As 5 fontes sagradas

Ah, meus tempos de iniciante no universo do design gráfico mais ou menos 10 anos atrás, quando eu entupia meu computador com fontes ridículas que não tinham utilidade alguma 😂😂😂A sensação que eu tinha era que, quanto mais fontes, mais possibilidades. Mas isso não é verdade!

Gente, além disso não ser verdade, ou seja não ajudar em NADA na sua criatividade/habilidade/produtividade, acaaaaaba com o computador e te distrai e atrasa na hora que você precisa de fato escolher uma fonte. UÓ.

Hoje eu sei que tem 5 fontes que são as que eu uso quase sempre, pra tudo. Tenho também umas 3 possíveis variações pra cada uma delas, que abrem um pouco meu leque, pra variar um pouquinho, claro. E além delas, quando a necessidade aparece, vou atrás de novas alternativas, nada impede. Não me fecho nelas não, isso também não seria aconselhável. Mas uso bastante!!

As minhas 5 fontes sagradas são estas abaixo. Depois me contem quais são as de vocês?💌

(Todas estão disponíveis pra download no Google Fonts, exceto a Fort Collins, que tem no Dafont.com 😉


3. A combinação certa

Por último, queria reforçar que não da pra menosprezar o poder de uma boa combinação de fontes. Faz toda a diferença escolher tipos de letras que dão cetto juntas, se não o design que tem tudo pra ficar super bacana pode virar um desastre.

E sim, é muito difícil saber exatamente qual fonte combina com qual, isso é uma coisa que e experiência ensina mais do que qualquer curso. Mas com o Pinterest hoje em dia reinando nas nossas vidas, não tem porque não acertar na escolha. Olha só essas sugestões de combinação! Dá pra se inspirar, e começar a entender melhor quais são as fontes que se dão melhor entre si estudando estas ideias.


Tomara que as dicas sejam válidas e que vocês tirem muito proveito. Qualquer dúvida me avisem nos comentários!

beijos,

Lu

O que achou? Comente!